Pobreza e solidariedade

#Compartilhe

“E os que vinham tomar a vida davam aos pobres tudo que podiam ter, e estavam contentes com uma única túnica, remendada por dentro e por fora, com o cíngulo e as bragas. E não queríamos ter mais.” (Test 16-17)

Para nós o desafio renovado é identificarmo-nos o mais possível com os irmãos e irmãs que vivem às margens da vida social, cultural, econômica e política, aqueles que não tem nenhum poder no mundo de hoje.

[…]

Nós somos chamados a “seguir as pegadas de Jesus no esvaziamento de nós mesmo, no humilde amor, indo sempre mais rumo às periferias, na Galileia das gentes, e tornando-nos sempre mais próximos aos pobres e àqueles aos quais ninguém cuida”, […] “o Senhor ressuscitado já está presente e vivo naquelas periferias”!

Fonte: OFM. Pobres e Menores: Onde estamos? Linhas guias para a avaliação de nossa vida de pobreza e minoridade. pp 3 e 6